Música, alegria, desfile de fantasias. O carnaval é a maior festa brasileira e toma as cidades, principalmente as capitais, com milhões de foliões animados pela rua. Mas, para garantir essa festa, um destaque não pode faltar: o plantão médico.

Para atender às demandas por médicos plantonistas, estruturas de urgência e emergência são montadas pelas cidades. A importância desses profissionais é grande, e, por isso, as oportunidades de trabalho são muitas. Para ter noção da grandiosidade desta operação, em Salvador (BA), são feitos 6 mil atendimentos de plantão nos dias de carnaval.

Neste artigo, você vai conhecer um pouco da rotina do plantão médico durante a realização de grandes eventos, quais são os atendimentos mais comuns e as especialidades mais requisitadas. Vamos lá?

A importância do plantão médico no carnaval

O plantão médico é fundamental nas instituições de saúde. A rapidez no atendimento é essencial para salvar vidas. Em aglomerações, a importância aumenta e é, inclusive, exigida por lei: qualquer evento que conte com mais de 1.500 pessoas deve ter à disposição pelo menos um médico, um enfermeiro e uma ambulância com condutor especializado.

Isso envolve shows, feiras, eventos esportivos, provas de vestibular e concursos. Se nesses lugares garantir o plantão é necessário, imagine na maior festa de rua do Brasil.

Assim, as unidades de urgência e emergência de cada cidade são preparadas para receber mais atendimentos durante o carnaval, concentrando-se nas especialidades em que já são referência.

Além disso, postos médicos adicionais são instalados em locais estratégicos, como saída e chegada de blocos. Nos blocos de rua de Belo Horizonte, que receberam 2,4 milhões de pessoas em 2017, foram realizados 349 atendimentos em quatro PMAs (Postos Médicos Avançados) e 188 por ambulâncias do SAMU. Para 2018, as equipes de saúde estão organizando os atendimentos de forma estratégica, pois são esperados 5 milhões de foliões durante o carnaval na capital mineira.

Mas o que esses médicos fazem durante o plantão? Quais são as situações mais comuns e quais especialidades são mais demandadas para atendê-las?

Situações mais comuns no carnaval

A maior parte dos atendimentos realizados durante o carnaval é de lesões acarretadas por brigas ou quedas. Para a boa recuperação do paciente, o primeiro cuidado no plantão médico é essencial. Além disso, outras situações são comuns no período. Vejamos:

● Intoxicação alimentar ocasionada por refeições feitas na rua, em locais com condições de higiene ruins.

● Insolação e desidratação depois de muitas horas andando no sol.

● Abuso de bebidas alcoólicas.

● Ingestão e uso de drogas, tanto ilícitas quanto lícitas (remédios sem prescrição médica são muito utilizados nessa época).

A fim de atender a essas demandas, profissionais de diversas áreas são requisitados.

Especialidades mais requisitadas em urgência e emergência

Como falamos acima, instituições de saúde ficam de prontidão e reforçam o atendimento nas áreas em que são referência durante o carnaval. Estas são algumas das especialidades mais necessárias:

● Cirurgia-geral

● Clínica médica

● Pediatria

● Traumatologia / ortopedia

● Medicina intensiva (intoxicação exógena e acidentes com animais peçonhentos)

● Obstetrícia

Realizar plantão médico em áreas como essas é uma ótima oportunidade de ganhar experiência. Exercer essa função é muito gratificante, especialmente para quem gosta de uma rotina agitada (cerca de metade dos médicos atua como plantonistas).

Médico emergencista: uma especialidade essencial nos plantões de carnaval

Uma especialidade que se tornou oficial no Brasil, desde 2015, e que trata de urgências e emergências é a de médico emergencista, que deve fazer curso de especialização e ser preparado para atender, o mais rápido possível, pacientes que correm risco.

O profissional que trabalha na área deve saber lidar com a pressão e ter raciocínio rápido, além de ter consciência dos desafios diários a vencer. Principalmente em momentos como o carnaval, sua dedicação é fundamental para salvar vidas.

Viu só como o médico é importante nesse momento? Nesse carnaval, não deixe de tomar muita água, se alimentar bem e descansar para evitar uma visita ao plantão médico e se divertir de forma saudável. No mais, boa festa!

9 de outubro
Vestibular de Medicina: dicas para se preparar para a prova da FASEH
10 de março
FASEH amplia pesquisa sobre dengue, chikungunya, zika e febre amarela em parceria com universidades americanas