Você está preparado para o mercado de trabalho do futuro? Mesmo que ainda não tenha escolhido o curso superior que irá fazer, com certeza já deve saber como as relações entre colaboradores e empresas mudaram muito nos últimos anos. As transformações no mercado de trabalho acontecem muito em função das tecnologias inovadoras que demandam novas atuações e perfis profissionais.

O modelo de trabalho regido pelas normas da CLT, com carga de oito horas diárias dentro da empresa já não atrai a maioria dos jovens e nem atende as necessidades das empresas mais modernas. Aliás, este modelo tende a desaparecer, pois muitos profissionais preferem trabalhar de forma autônoma.

No artigo de hoje, vamos falar sobre as novas tendências para o mercado de trabalho do futuro e dar algumas dicas para que você esteja preparado para conquistar o seu espaço profissional. Confira!

Mais trabalho em casa, menos em escritórios

O modelo de trabalho home office vem ganhando muitos adeptos. As pessoas têm prezado por mais qualidade de vida do que dinheiro. Imagine morar em grandes regiões metropolitanas, como a de Belo Horizonte? Dentro do novo modelo, é possível morar em uma cidade vizinha e ter clientes dos municípios próximos, sem ficar horas no trânsito todos os dias.

Além de ser um desperdício de tempo, isso gera um estresse e o funcionário já chega no trabalho cansado. Esse fator o que influencia negativamente em sua produtividade. O trabalho home office possibilita que o funcionário tenha mais conforto e consequentemente, seja mais produtivo.

Fim da verticalização

O mercado de trabalho do futuro tende também a abolir o modelo hierárquico visto dentro das empresas atualmente. A quantidade de empregados vai diminuir, dando espaço para pessoas com atitude empreendedora, que colaboram entre si para gerar resultados satisfatórios para a companhia.

O modelo de gestão no qual há um líder que controla a todos já não terá tanto espaço e cada funcionário-empreendedor deve ser responsável pelo seu crescimento dentro da empresa.

O mercado de trabalho do futuro precisa de pessoas que consigam resolver problemas com autonomia. Os consumidores atuais são muito exigentes e querem respostas na hora. Então, não dá para ficar passando a “batata quente” para frente, esperando que outra pessoa descasque. Hoje o mercado cobra por profissionais qualificados e proativos.

Mesmo as empresas mais modernas, que dispõe de tecnologias de última geração precisam de pessoas sensíveis ao problemas alheios, que enxerguem soluções para os conflitos e consiga resolvê-los de forma que beneficie ambas as partes.

Aposta na diversidade

Um ambiente plural, com pessoas de gêneros, culturas, idades e histórias de vida diferentes possibilita uma troca maior de ideias entre os colaboradores da empresa.

Estes fatores corroboram para que haja mais criatividade e ousadia dentro da equipe, que trabalhará com mais empenho em prol da coletividade. E os resultados disso? Um relacionamento melhor entre os membros da equipe e um negócio mais sólido e produtivo.

Visão sistêmica

Nos meios industriais, cada operador é responsável pela sua tarefa e não faz a mínima ideia do que acontece quando ele a termina. Ninguém sabe como é feita a próxima etapa e como o seu trabalho influenciou no trabalho do colega.

Mas, isso não acontece somente na indústria, mas dentro das empresas também, inclusive em funções importantes. Por exemplo, é comum que um departamento de marketing crie estratégias de divulgação, mas não se comunique com o setor de vendas para saber o impacto de suas ações nos resultados.

No mercado de trabalho do futuro, essas questões não irão mais existir, pois os funcionários devem se envolver com todas as etapas do processo, pois assim, eles poderão se aperfeiçoar para entregar melhores resultados.

Adaptação a novos contextos

Em um mundo totalmente globalizado, com uma tecnologia tão avançada, ocorrem mudanças todos os dias. Por isso, as empresas que desejam se manter competitivas no mercado precisam estar prontas para qualquer tipo de mudança. Portanto, também buscam por profissionais que se adaptem facilmente às transformações e busquem aprendizado constante.

No mercado de trabalho do futuro não haverá espaço para profissionais com dificuldade de adaptação, eles devem estar abertos a mudanças.

Como me preparar para o mercado de trabalho do futuro?

As tecnologias e a globalização possibilitam o nascimento de novas carreiras, que há pouco tempo não imaginávamos existir. Entretanto, aqueles que desejam se preparar para trabalhar nas empresas do futuro devem investir em uma boa graduação.

Conhecimento prático

Procure uma faculdade que ensine além das disciplinas básicas e ofereça estrutura para que o aluno desenvolva habilidades indispensáveis para as empresas. Companhias almejam por profissionais completos que agreguem conhecimentos técnicos e tenham jogo de cintura para driblar os problemas cotidianos.

Autogestão

Pessoas com inteligência emocional, capacidade de comunicação e negociação, capazes de resolver conflitos e que tenham capacidade de autogestão são muito valorizadas no mercado de trabalho.

Domínio da tecnologia

A facilidade de lidar com novas tecnologias também é uma competência necessária, pois no mercado de trabalho do futuro, a inteligência artificial vai predominar em alguns setores e será preciso de pessoas que entendam como operá-la.

Se você está pensando em se preparar para entrar no mercado de trabalho, a FASEH pode ajudar você a conseguir seu objetivo. Oferecemos biblioteca ampla e laboratórios com equipamentos de última geração. Leia mais sobre isso no nosso post e entenda!

9 de outubro
Faculdade de Direito e as oportunidades na carreira pública