31 2138-2900
31 98455-2894





ALUNOS SÃO ELOGIADOS EM INTERNATO RURAL DA FASEH


O atendimento feito pelos acadêmicos nas UBS de Caeté é reconhecido pela prefeitura e pelos pacientes

A aluna da Faseh, Letícia Miguez, atende paciente na UBS Topázio, no  Sâo Geraldo em Caeté

 

A fase do internato rural de Medicina da Faseh marca o fim da preparação prática dos estudantes, durante a graduação. É no último período do curso de 6 anos que os alunos vão para cidades mais distantes do local onde estudam para a experiência do atendimento em unidades de Atenção Básica de Saúde (UBS) e também de urgência e emergência em UPAs e hospitais. Portanto, este é o momento do prinicipal teste da aprendizagem que tiveram.

Reconhecimento à atenção dos alunos da Faseh

O internato rural na Faseh começa no 9º período,  em hospitais conveniados, e, nos dois semestres seguintes, em cidades próximas da faculdade. É só no último período que os estudantes partem para o internato rural, em regime de atendimento diário, na Saúde Coletiva, em municípios mais distantes. Um dos municípios onde a Faseh tem internato é Caeté onde a atuação dos acadêmicos tem sido elogiada pela administração pública e pela população.

Palavra de quem administra a saúde

O Secretário Municipal de Saúde de Caeté, Alisson Vitor Marques, por exemplo, está entusiasmado com a parceria.

Expectativa e experiência no internato rural

Letícia Miguez é uma dos 10 alunos que estão fazendo o internato rural em Caeté e conta como está sendo a experiência final do curso de Medicina.

Palavra de quem recebe a atenção básica

O melhor é receber o retorno deste atendimento do próprio paciente.  A Bruna Rafaela que já tinha levado a filha para uma consulta com a Letícia e voltou para ser examinada por ela explica porque gostou de ser atendida pela estudante.

Dia-a-dia no internato rural de Medicina da Faseh

Os acadêmicos estão morando em Caeté, numa casa alugada, com as despesas pagas pela Faseh. 

A aluna Laura Pinheiro que nos mostrou a moradia estudantil trabalha na UBS que atende os bairros Bonsucesso e Deschamps e conta como está sendo o período de internato rural de Medicina da Faseh.

Desempenho no internato garante contratação

Na unidade em que a Laura atende, trabalham duas ex-alunas da Faseh, contratadas pela prefeitura de Caeté, assim que se formaram. Uma delas é a Rayssa Corrêa Malachias que diz que está feliz trabalhando com PSF (Programa Saúde da Família).

Parceria boa para alunos, faculdade, prefeitura e população

O secretário de saúde conta como a contratação da Rayssa foi boa para Caeté.

Bom desempenho é incentivo

Segundo Alisson Marques, a ida dos alunos da Faseh para a cidade beneficiou a população e, consequentemente, o grupo de profissionais médicos contratados pela prefeitura.

A marca da Faseh na saúde de Caeté

A coordenadora de Atenção Básica de Caeté, Júlia Muniz, reforça a melhoria para o sistema de saúde da cidade, após a parceria com a Faseh, e ressalta o preparo e o comprometimento dos alunos formados pela faculdade que, não à toa, tem a nota máxima do MEC.

 

RUA SÃO PAULO 958, Jardim Alterosa - VESPASIANO - MG CEP 33200-664
CONTATO 55 (31) 2138-2900
BHY Tecnologias