31 2138-2900
31 98455-2894





ELEITOR DO FUTURO: CIDADANIA POR MEIO DA EDUCAÇÃO


Extensão Universitária do curso de Direito da FASEH apresentou programação especial para conscientizar eleitores da importância de participar da política

 

Alunos da FASEH são protagonistas no processo de formação cidadã

 

O Projeto Eleitor do Futuro, parceria da FASEH com o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais, reuniu especialistas do Direito Eleitoral, autoridades políticas, professores e acadêmicos de Direito em dois dias de programação especial.

Na noite do dia 12 de agostos,  a expansão  da iniciativa de extensão universitária da faculdade foi apresentada para os demais municípios do Vetor Norte. A programação das atividades contou com uma palestra sobre a segurança da urna eletrônica com o chefe de segurança e informação do TRE de Minas Gerais, Mozart Lima.

 

Mozart Lima, chefe de segurança do TRE trouxe a evolução histórica das eleições com a urna eletrônica no Brasil

 

Mozart explicou como se deram os avanços tecnológicos da área para a produção das urnas eletrônicas e como os sistemas de contagem e apuração de votos têm evoluído junto com as novas ferramentas de rede, por exemplo. 

A pauta vem à tona devido à desinformação compartilhada nas últimas eleições, principalmente por meio de redes sociais, de que as urnas eletrônicas utilizadas no pleito poderiam ser hackeadas ou que já haveria votos computados, ressaltou o chefe de segurança do TRE.

Mozart também ressaltou a utilização de redes privadas (VPN) para a comunicação de resultados. As urnas brasileiras possuem uma tecnologia que é referência global, desde a implantação em 1996.

 

Edilene Lobo, Lara Ferreira e Patrícia Gusmão em estimulante debate sobre educação e democracia

 

Em seguida, a coordenadora do curso de Direito da FASEH, professora Patrícia Gusmão, participou de um debate sobre fake news na política, com a também professora de Direito Edilene Lobo e a representante da Escola Judiciária do TRE, Lara Ferreira.

A importância do diálogo e do desenvolvimento da educação, em nosso tempo, foi ressaltada no debate. Para elas, a promoção de um ambiente democrático começa pelo esclarecimento dos cidadãos sobre o que é  informação de qualidade, para que eles possam escolher seu voto com clareza e autonomia. A formação cidadã e a educação midiática são algumas das ferramentas que as instituições de ensino e outros órgãos, bem como os professores nas salas de aula, têm tentado levar aos jovens. 

“Toda ação para transpor os momentos de crise política e social deve passar pela educação. É preciso investir na nossa formação mutuamente. A busca por respostas passa por isso que estamos fazendo, este diálogo que estamos promovendo. A iniciativa do Tribunal Superior Eleitoral, do TRE, da Escola Judiciária  e da FASEH de ir a campo promover a cidadania por meio de ações pedagógicas é um meio de começar a buscar algumas respostas”, afirmou Edilene Lobo em sua fala no debate.

 

Formação de Formadores

No segundo dia do evento , na terça-feira (13), houve uma oficina para capacitar os participantes que serão multiplicadores das práticas da educação cidadã. Com a ajuda de metodologias ativas de aprendizagem, como a resolução de casos reais, os novos formadores  puderam trabalhar habilidades de comunicação e de ensino para levar informações de qualidade para os públicos, que serão atendidos pelo projeto.

 

O presidente da CM de São José da Lapa, ao meio, também foi um dos participantes da oficina.

O “Eleitor do futuro” vai levar as oficinas para 5000 alunos do ensino médio de cidades do Vetor Norte da RMBH, como  São José da Lapa, Lagoa Santa, Confins, Pedro Leopoldo, Capim Branco, Matozinhos, Santa Luzia, Ribeirão das Neves e Jaboticatubas.

Um dos participantes da oficina de formação foi o presidente da Câmara Municipal de São José da Lapa, o vereador Kleyton Carlos dos Santos .  “Os jovens são os nossos eleitores do futuro, como sugere o nome do projeto. A política no Brasil passa por um momento sensível e, por isso, essa oportunidade de levar capacitação e formação cidadã é uma esperança em que confiamos.”, apontou Kleyton. “Os jovens estão interessados na política e querem mudá-la. Essas informações vão qualificar ainda mais o eleitor ou até mesmo o futuro candidato que quer fazer a diferença”, afirmou o vereador.

O projeto agora será levado para dentro das salas de aulas, a professores e alunos do ensino médio. Outras etapas do “Eleitor do Futuro” envolvem, ainda, a criação de comissões para debates dentro das Câmaras Municipais, reunindo jovens eleitores e autoridades no mesmo espaço democrático de diálogo.

RUA SÃO PAULO 958, Jardim Alterosa - VESPASIANO - MG CEP 33200-664
CONTATO 55 (31) 2138-2900
BHY Tecnologias